Artigo

Banca em Análise 2014

O padrão da qualidade como base do crescimento

Com interesse

 

É com grande prazer que divulgamos a 9ª edição do estudo Banca em Análise. Esta é uma iniciativa que, ano após ano, temos privilegiado e nos orgulhamos de apresentar com a cadência e seriedade que este sector merece.

Nesta edição, voltámos a analisar o desempenho financeiro dos bancos com operação em Angola e a partilhar, com os agentes económicos, os estímulos a que o mercado e a própria evolução da economia nos têm desafiado.

O ano de 2013 voltou a observar um crescimento global e a registar resultados motivadores, materializados designadamente no crescimento de 12% do volume de activos, e de 13% nos resultados atingidos pelas Instituições Financeiras face ao ano anterior.

Por outro lado, o alcance de 11% no nível de incumprimento e a intervenção recente do Banco Central numa instituição do sector também nos remetem para a necessidade de gestão criteriosa dos diversos riscos, designadamente o risco de crédito. Neste contexto, o BNA emitiu em 2013 um conjunto importante de regulação inerente ao controlo interno e gestão dos riscos.

Motivados ainda pela evolução do sector e dos seus agentes, quisemos ir mais longe na produção e partilha de conhecimento, pelo que além de um olhar atento e rigoroso sobre as informações financeiras, nesta oportunidade apresentamos em paralelo um estudo sobre a qualidade do serviço financeiro, que é um tema na agenda dos gestores das instituições do sector.

Por esse mesmo motivo, na 9ª edição do Banca em Análise partilhamos também a reflexão destes mesmos gestores e alguns agentes reguladores, que aceitaram reflectir a sua visão também sobre este ponto específico.

Acreditamos que o incremento nos padrões de qualidade é uma base para o crescimento do sector. Em paralelo com a evolução dos principais indicadores do sector financeiro, e de acordo com os protagonistas e consumidores dos serviços bancários, tem-se sentido igualmente uma evolução relevante na qualidade dos serviços prestados. Naturalmente, este caminho não está terminado, perspectivando-se a manutenção ou mesmo a aceleração do enfoque das instituições financeiras nesta matéria.

O nosso compromisso continuará a privilegiar o acompanhamento do sector financeiro, e a procurar que esta análise potencie e fidelize uma constante reflexão dos agentes.

Hoje estamos certos que o padrão da qualidade está na base do crescimento e que este será o caminho a seguir para o desenvolvimento sustentável do país, e do sector bancário em particular.

Rui Santos Silva
Country Managing Partner

 

Media Partner

 

 

View here the 9th edition of the Angola Banking Review

It is with great pleasure that we present the ninth edition of our Banking Analysis Study. This is an initiative that, year after year, we have the privilege to continue and we are proud to present this study with the regularity and seriousness that this sector deserves.

 

Deloitte lança 9ª edição do estudo Banca em Análise

A Deloitte acaba de lançar a 9ª edição do estudo Banca em Análise, num evento dedicado ao sector bancário, onde foi apresentado o resultado final de uma análise à performance do sector financeiro angolano durante o ano de 2013.

A iniciativa anual compara os bancos em termos de dimensão, rentabilidade e eficiência, juntando estudos globais da economia e do sector, bem como entrevistas com os seus protagonistas.

Também nesta edição, foi lançado o Artigo 2 no âmbito do Observatório da Inclusão Financeira. Esta é uma  iniciativa da 8ª edição da Banca em Análise, e com este novo artigo a Deloitte mantém a periocidade do tratamento e análise deste tema, que continua a merecer a máxima atenção dos agentes económicos. 

Conheça as principais conclusões do estudo aqui.

Did you find this useful?