Comunicados de Imprensa

Deloitte lança Observatório para a Inclusão Financeira e divulga 8ª edição do Estudo da Banca em Análise

Com interesse

Luanda, 24 de Outubro de 2013 – A Deloitte Angola realiza hoje, no Hotel Epic Sana, um evento dedicado ao sector bancário, no qual apresenta a 8ª edição do Estudo Banca em Análise 2013, uma iniciativa anual baseada numa análise profunda ao sector da Banca, e que resulta da compilação da informação pública disponibilizada pelos bancos que actuam no mercado angolano e pelo Banco Nacional de Angola (BNA).

O estudo do sector bancário é enquadrado por uma breve análise de contexto macroeconómico global e pela retrospectiva da evolução recente da economia nacional. Este relatório tem como objectivo proporcionar a todos os agentes económicos uma visão integrada do sector bancário e da sua evolução.

As grandes conclusões do estudo apontam para o crescimento do crédito concedido a clientes de cerca de 26% e dos depósitos de clientes de cerca de 9% em 2012. Por outro lado verificou-se uma redução da rentabilidade dos bancos nacionais, em resultado de um menor crescimento do produto bancário, aliado a um acréscimo dos custos de exploração e das provisões para crédito concedido.

A par da apresentação da 8ª edição do estudo, a Deloitte anuncia igualmente o lançamento do Observatório de Inclusão Financeira, uma plataforma de diálogo e cooperação entre todas as entidades interessadas (agentes económicos, órgãos reguladores, instituições financeiras e sociedade civil) no processo de inclusão da população num sistema financeiro acessível e transparente. Com o lançamento do Observatório para a Inclusão Financeira a Deloitte propõe-se lançar um série de artigos onde promove casos de estudo e boas práticas de outras geografias, que possam ser adaptadas à realidade nacional, tendo a primeira edição deste artigo sido apresentada na mesma ocasião. A Deloitte pretende desta forma dar um contributo para a promoção da bancarização, ou inclusão financeira, como forma de promover a inclusão social e o desenvolvimento económico de todas as camadas da população.
 

Banca em Análise | Os factos e os números | Síntese
 

  • Ao longo de 2012 a economia nacional continuou o seu processo de recuperação já iniciado em 2009;
  • Taxas positivas de crescimento do PIB, tendo para tal muito contribuído o sector petrolífero, que permitiu um crescimento de 8,1% em 2012;
  • Crédito à economia a aumentar 22%, tendo sido ultrapassada a barreira dos 2.100 mil milhões de kwanzas;
  • O número de cartões de crédito e débito vivos aumentou cerca de 16% em 2012;
  • No que concerne à rede de terminais, o número de Caixas Automáticos (ATM) e Terminais de Pagamento Automático (TPA), registaram um crescimento de 24% e 29% respectivamente;
  • O sector bancário registou uma taxa de crescimento dos depósitos de clientes de cerca de 9%, e do crédito concedido a clientes de 26%;
  • O produto bancário do sector bancário nacional aumento em 2012 para cerca de 350 mil milhões de kwanzas, o que representa um crescimento de 5% face a 2011;
  • Colocando em perspectiva o ano de 2013, o BNA divulgou já dados em que os depósitos e créditos apresentam um crescimento em Agosto de 9% e 5%, respectivamente;
  • O Ministério da Economia, referencia que até Agosto de 2013, foram aprovados mais de 100 financiamentos num valor superior a 14.000 milhões de kwanzas no âmbito do Programa Angola Investe.

Informações adicionais: Sílvia Morgado

Tel. +244 923 911 757

E-mail: silviamorgado@youngnetworkgroup.com

Condomínio Alpha, Casa 18, Talatona - Luanda

www.youngnetworkgroup.com

Sobre a Deloitte

“Deloitte” refere-se à Deloitte Touche Tohmatsu Limited, uma sociedade privada de responsabilidade limitada do Reino Unido, ou a uma ou mais entidades da sua rede de firmas membro, sendo cada uma delas uma entidade legal separada e independente. Para aceder à descrição detalhada da estrutura legal da Deloitte Touche Tohmatsu Limited e suas firmas membro consulte www.deloitte.com/pt/about.

A Deloitte presta serviços de auditoria, consultoria fiscal, consultoria, corporate finance a clientes nos mais diversos sectores de actividade. Com uma rede, globalmente ligada, de firmas membro, em mais de 150 países, a Deloitte combina competências de elevado nível com oferta de serviços qualificados, conferindo aos clientes o conhecimento que lhes permite abordar os desafios mais complexos dos seus negócios. Os cerca de 200.000 profissionais da Deloitte empenham-se continuamente para serem o padrão da excelência.

Did you find this useful?