Beyond Fintech

Deloitte

Além da fintech: oito forças que mudam o cenário competitivo

As fintechs definiram a direção, a forma e o ritmo das mudanças em quase todos os setores de serviços financeiros nos últimos anos. E apesar de não liderarem a indústria, elas estabeleceram as bases para uma disrupção futura.

Este relatório do Fórum Econômico Mundial e da Deloitte analisa o papel das fintechs na transformação da indústria de serviços financeiros. O estudo levanta oito forças disruptivas com potencial para alterar a paisagem competitiva do ecossistema financeiro.

  • Comoditização de custos: Instituições financeiras aderem a novas tecnologias para acelerar a comoditização de custos
  • Redistribuição de lucros: A alocação de lucros entre as cadeias de valores está mudando com as novas tecnologias
  • Propriedade da experiência: Os distribuidores têm uma posição de força estratégica enquanto donos da experiência do consumidor; os fabricantes devem tornar-se extremamente focados e ponderados
  • Ascensão das plataformas: Plataformas que reúnem diversos fornecedores são utilizadas como um canal para comercializar além das barreiras geográficas
  • Monetização dos dados: Instituições financeiras combinam estratégias para acompanhar os passos das empresas de tecnologia quanto à monetização de dados
  • Mão de obra biônica: Novas tecnologias, tais como Inteligência Artificial, trazem transformações significativas para as forças de trabalho de instituições financeiras
  • Empresas de tecnologia sistemicamente importantes: Organizações financeiras de todos os tamanhos dependem das soluções propostas por empresas de tecnologia
  • Regionalização financeira: A divergência entre as prioridades regulatórias e as necessidades do consumidor abre caminho para modelos regionais customizados de serviços financeiros

Conheça mais sobre o impacto destes fenômenos na indústria de serviços financeiros no relatório completo do estudo.

Você achou útil?