Pesquisas

Pesquisa global de blockchain 2019

O blockchain aperfeiçoando os negócios

Executivos começam a tomar decisões mais exigentes, consistentes, significativas e pragmáticas em relação ao uso de blockchain, que passa por uma fase de transformação. As questões envolvendo a tecnologia não se concentram mais em se ela funcionará para os negócios, mas como ela pode beneficiar as lideranças e suas ações.

Se há quase uma década, quando sua utilização começou, o blockchain era visto como uma tecnologia questionável pelos líderes de negócios, a ferramenta agora é considerada uma solução pragmática para possíveis entraves enfrentados pelas empresas. Esse ponto de vista não é exclusivo dos executivos adeptos a inovações tecnológicas, mas também compartilhado por aqueles que ainda estão cautelosos em relação ao uso de soluções que ocasionem impactos relevantes em suas atividades.

Embora o blockchain não tenha atingido todo o seu potencial, os executivos que participaram da “Pesquisa global de blockchain 2019” da Deloitte estão confiantes em novas possibilidades de uso da tecnologia e sua evolução. A perspectiva é que eles continuem vendo a ferramenta como uma plataforma de conexão que oferece oportunidades em processos e negócios. No levantamento, os entrevistados relatam que o investimento em blockchain está crescendo na maioria dos setores, à medida que novas aplicações surgem no mercado.

As empresas buscam desenhar e definir melhores práticas e uma visão do que é viável na utilização do blockchain e quais os benefícios possíveis – transformando uma tecnologia que está subdesenvolvida em uma solução mais refinada e madura, cumprindo a premissa de disruptura digital.

Destaques da pesquisa

A edição 2019 do estudo revela um investimento contínuo, com 40% das empresas participantes dispostas a aplicar US$ 5 milhões ou mais em novas iniciativas de blockchain nos próximos 12 meses.

Ao mesmo tempo, 53% dos respondentes afirmam que a tecnologia blockchain se tornou uma prioridade crítica para as suas organizações em 2019, um aumento de 10% em comparação ao ano anterior.

Há também sinais de maior maturidade para o blockchain e os entrevistados enxergam mais vantagens na utilização em comparação ao ano anterior – 83% dos entrevistados afirmaram ver casos efetivos de uso da ferramenta, ante 74% do índice de 2018.

As fintechs ainda lideram a utilização do blockchain, embora mais organizações e setores estejam expandindo e diversificando suas iniciativas – como tecnologia, mídia e telecomunicações, saúde e governo.

Você achou útil?