Pesquisa

Perspectivas da Indústria Bancária 2023

A iminência de uma nova ordem econômica global

Em meio a um nevoeiro de incertezas, bancos em todo o mundo devem traçar um novo caminho para se reposicionarem em busca de um futuro melhor.

A economia global deve permanecer frágil em 2023. As incertezas são abundantes devido a uma confluência de fatores sem precedentes – a invasão da Ucrânia pela Rússia, interrupções na cadeia de suprimentos, o aumento meteórico da inflação e o aperto da política monetária em todo o mundo. E o potencial para uma leve recessão ou estagflação (quando um país passa por uma alta acelerada de preços em meio a uma queda da atividade econômica) em certas economias é alto.

Os efeitos em cascata de uma economia global mais frágil e fragmentada serão sentidos de forma desigual em todo o setor bancário. Bancos grandes, bem capitalizados e diversificados devem resistir razoavelmente bem às tempestades.

No longo prazo, os bancos precisarão buscar novas fontes de valor além dos limites do produto, do setor ou do modelo de negócios. A nova ordem econômica que provavelmente surgirá nos próximos anos exigirá que os líderes do setor avancem com convicção e permaneçam fiéis ao seu propósito de guardiões e facilitadores dos fluxos de capital. Os bancos devem ser ousados ​​e estar à frente da curva, moldar proativamente as forças emergentes e visualizar as possibilidades além do atual nevoeiro de incertezas.

Faça o download da pesquisa "Perspectivas da Indústria Bancária 2023" para conhecer os principais destaques desta edição. 

Perspectivas da Indústria Bancária 2023
Você achou útil?