Pesquisas

Pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária 2019

Mobile banking se consolida e apresenta crescimento expressivo nas transações com movimentação financeira

O mobile banking torna-se o canal preferido dos brasileiros para pagamentos de contas e transferências bancárias; setor bancário investe na melhorias de serviços que impulsionem esse modelo de transações.

A "Pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária 2019", realizada pela Deloitte em parceria com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), revela que 60% das transações bancárias já são feitas pelos canais digitais – celular ou computador.

As transações com movimentação financeira pelo celular destacam-se, tendo registrado um crescimento de 80% em relação à edição anterior da pesquisa. Em 2018, 2,5 bilhões transações financeiras de pagamento e transferências, que incluem TED e DOC, foram efetivadas por meio do mobile banking, superando pela primeira vez a preferência pelo internet banking para a realização dessas operações. A escolha pelo celular é resultado da praticidade, segurança e conveniência que os aplicativos desenvolvidos pelos bancos para essa plataforma oferecem.

O setor bancário segue investindo em tecnologias para melhorar funcionalidades para os usuários. As despesas e investimentos somaram R$ 19,6 bilhões, uma evolução de 3% em relação ao ano anterior. Oitenta por cento planejam investir em big data e analytics, enquanto 73% visam aplicar esforços em inteligência artificial e computação cognitiva.

A pesquisa contou com a participação de 20 instituições financeiras, que representa 91% dos ativos dessa indústria no Brasil.

Você achou útil?