Tendências de Capital Humano

Pesquisas

Tendências Globais de Capital Humano 2018

A ascensão da empresa social

O mundo do trabalho passa por transformações drásticas impulsionadas por inovações tecnológicas, mudanças demográficas e aumento das expectativas dos talentos. Recentemente, também tem sido observado a necessidade de ajustes profundos na forma como as organizações se estruturam e, principalmente, o papel delas diante da sociedade.

Atualmente, as organizações não são mais avaliadas apenas pelo desempenho financeiro ou pela qualidade de produtos e serviços. São reconhecidas pela maneira como tratam e engajam suas pessoas e clientes, pelo suporte dado à comunidade onde atuam e pelo impacto positivo na sociedade. Esses são fatores cada vez mais importantes para atrair e manter talentos, construir uma reputação duradoura e conquistar a lealdade dos clientes.

A pesquisa "Tendências Globais de Capital Humano 2018" entrevistou mais de 11 mil líderes de negócios e de Recursos Humanos de 124 países. O estudo revela 10 áreas nas quais as empresas devem focar para aprimorar a organização, a gestão, o desenvolvimento e o alinhamento das pessoas no trabalho.

As empresas não são mais avaliadas somente por suas performances financeiras e pela qualidade de seus produtos e serviços. Elas também são julgadas por como tratam e engajam suas pessoas e clientes, pelo suporte dado à comunidade em que atuam e pelo impacto que têm na sociedade como um todo. Esses são fatores cada vez mais importantes para atrair e conservar funcionários, construir uma reputação duradoura e conquistar a lealdade dos clientes.

Assista ao vídeo

Descubra as 10 principais tendências destacadas pela pesquisa:
  • A Sinfônica C-suite: equipes liderando equipes
  • O ecossistema da força de trabalho: a gestão além da organização
  • Novas recompensas: personalizadas, ágeis e holísticas
  • De carreiras a experiências: novos caminhos
  • O dividendo da longevidade: o trabalho na era dos centenários
  • Cidadania e impacto social: a sociedade segura o espelho
  • Bem-estar: a estratégia e a responsabilidade
  • Inteligência artificial, robótica e automação: coloque os humanos no circuito
  • O ambiente de trabalho hiperconectado: a produtividade reinará?
  • Dados sobre pessoas: qual é o limite?
Você achou útil?