2022 global health care sector outlook

Pesquisa

Perspectivas globais do setor de saúde 2022

Estamos finalmente vivendo a transformação?

A tão esperada mudança sísmica na área da saúde finalmente chegou? Uma colisão de forças – uma pandemia global de proporções históricas, avanços exponenciais na ciência médica, uma explosão de tecnologias digitais e movimento dos cuidados e prevenção de doenças – provam ser o catalisador da transformação clínica, financeira e operacional há muito tempo prometida.

O setor de saúde global continua enfrentando desafios apresentados pela pandemia – que ainda requer atenção e cuidados nos sistemas de saúde. Mesmo com esses acontecimentos, a experiência humana na força de trabalho da indústria caminha rapidamente para serviços de saúde virtuais, ao mesmo tempo em que constrói parcerias para produzir e adquirir vacinas, tratamentos e suprimentos. As pautas que envolvem temas ambientais e de sustentabilidade são também extremamente importantes.

No estudo global da Deloitte é analisado o atual estado do setor de saúde, explorando seis questões urgentes. Delineamos ações que têm como objetivo ajudar a construir a resiliência e alcançar os melhores resultados. Nesse contexto, como cada público de interesse pode se preparar para o futuro?

Perspectivas globais do setor de saúde 2022

Confira os destaques do estudo:

Equidade na saúde. A equidade na saúde é destacada em estudos científicos que relatam que a Covid-19 impacta desproporcionalmente grupos historicamente marginalizados e de baixa renda. Eles enfrentam barreiras que levam a uma assistência de saúde precária em relação a outras partes da população. Essa situação não é nova – a crise apenas destacou as falhas estruturais, preconceitos sistêmicos e injustiça na saúde.

Cuidados com a saúde mental. A pandemia mostrou as fissuras e falhas do sistema global de saúde mental. Na verdade, ela ressaltou que a saúde mental vai além de questões individuais, mas que recebe também a influência do ambiente político e socioeconômico.

O futuro da ciência médica. Descobertas científicas mudarão drasticamente a forma como são feitos os diagnósticos e tratamentos de diferentes doenças. Avanços relacionados a medicamentos, nanomedicina, genômica, microbiometria, metabolômica e outros pontos que estão acontecendo exponencialmente com base em estruturas de ensaios clínicos inovadores, participantes do mercado e maior participação do consumidor.

Recriação da saúde pública. A força de trabalho da saúde pública foi colocada sob pressão por muito tempo, resultando em um esgotamento generalizado e em estresse pós-traumático – principalmente em países onde a escassez de profissionais já era um problema antes da pandemia. Isso aumentou a dificuldade na busca de contratos, coleta e análise de dados, planejamento, logística, distribuição e armazenamento de vacinas.

Fatores ambientais, sociais e de governança (ESG). Os custos com saúde relacionados às mudanças climáticas são estimados em US$ 820 bilhões por ano. Organizações em todo o mundo reconhecem os impactos ambientais como uma emergência de saúde.

Transformação digital e convergência do modelo de prestação de cuidados. Hospitais e sistemas de saúde estão investindo em computação em nuvem, telecomunicações 5G, inteligência artificial e interoperabilidade para enfrentar os desafios atuais, além de construir modelos de prestação de cuidados digitais no futuro do setor.

Você achou útil?