Análises

Fronteiras inteligentes

Segurança reforçada sem prejuízo na mobilidade

Em 2015, o comércio eletrônico global deve movimentar mais de US$ 300 bilhões. Seu crescimento exponencial o torna cada vez mais suscetível a uma série de riscos de crimes digitais.

O estudo aponta como governos podem transformar a forma como protegem e gerenciam suas fronteiras:

  • Criação de fronteiras mais seguras – tomada de decisões com base nos riscos
  • Melhoria em padronização – Normalizar dados necessários e parcerias
  • Redução de custos – consolidação de funções governamentais
  • Inovação – soluções comerciais e comunitárias
Você achou útil?