auditoria-interna-deloitte

Article

Auditoria interna no Brasil

Análise comparativa das tendências globais para uma função em transformação

Realizada no Brasil desde 2007, pela primeira vez, a tradicional pesquisa da Deloitte sobre auditoria interna ganhou dimensão mundial. O levantamento foi realizado com mais de 1.200 líderes de 29 países do mundo, que abordaram as principais tendências e desafios da prática em bases globais.

Desenvolvida em parceria com o Instituto dos Auditores Internos do Brasil (IIA Brasil), a pesquisa "Auditoria interna no Brasil" traça uma análise comparativa das práticas existentes no País com aquelas adotadas no mundo, considerando a percepção de mais de 200 líderes de auditoria interna de empresas que atuam no Brasil. A publicação conta com depoimentos de executivos que atuam como líderes da prática de auditoria interna de organizações relevantes sobre cada um dos tópicos trazidos pela pesquisa.

De modo geral, o Brasil está alinhado com as tendências do mundo pelo desejo de transformação da função da auditoria interna, bem como pela busca por maior influência e relevância da área frente aos níveis executivos (conselhos, comitês e diretorias), visando promover as evoluções necessárias nas organizações e acompanhando as transformações de mercados, tecnologias, regulamentações e riscos.

Em comparação com a média global, o Brasil ainda apresenta potencial para explorar a adoção de modelos alternativos de alocação de pessoas, para complementar lacunas de formação e habilidades dos profissionais da área. Por outro lado, posiciona-se de forma positiva em relação aos demais países na capacitação em práticas de analytics e na aplicação dessas ferramentas ao trabalho da auditoria interna.

Você achou útil?

Tópicos relacionados