Pesquisas

Os cinco pilares dos riscos 2019

Visão abrangente e integrada sobre os principais riscos empresariais

Riscos operacionais, financeiros, regulatórios, estratégicos e cibernéticos: qual o grau de maturidade e as perspectivas das organizações para a gestão desses riscos?

Pesquisa realizada pela Deloitte em parceria com o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) reitera, a partir de dados levantados com 165 empresas, a percepção de que o mercado brasileiro tem procurado evoluir em suas estruturas de governança corporativa, gestão de riscos e controles como uma resposta às transformações tecnológicas e regulatórias e aos principais eventos de crises que tiveram impacto sobre todo o ambiente de negócios.

Principais resultados

1. Riscos operacionais, financeiros e regulatórios estão mais avançados, em função de crises financeiras, perdas operacionais e mudanças regulamentares ocorridas, tanto no Brasil quanto no mundo. O desafio atual é fortalecer a gestão dos riscos estratégicos e cibernéticos.

2. Apesar de muitas vezes não contarem com um modelo avançado de gestão integrada de riscos, as organizações estão atentas a como podem evoluir.

3. A evolução da tecnologia, as transformações no comportamento do consumidor e as mudanças regulatórias estão tornando o ambiente de negócios mais dinâmico, mas também trazem novos riscos. Nesse sentido, as empresas ainda têm a avançar nas práticas de identificação, avaliação, resposta e monitoramento de riscos emergentes.

Acesse o estudo na íntegra

Faça o download da pesquisa

Destaques da pesquisa

Você achou útil?