Pesquisas

Women in the boardroom

Uma perspectiva global

A 5ª edição da pesquisa global da Deloitte, que contou com a participação de 7.000 organizações em mais de 40 países, indica que apenas 15% dos assentos dos conselhos são ocupados por mulheres.

O retrato da participação de mulheres em conselhos de administração em todo mundo ainda é preocupante em relação ao cenário atual, mas também há uma tendência de melhora gradual nos últimos anos.

A pesquisa “Women in the Boardroom – A Global Perspective”, realizada globalmente pela Deloitte, indica que apenas 15% dos assentos dos conselhos de empresas em todo o mundo são ocupados por mulheres. No estudo anterior, divulgado em 2015, esse índice era de 12%. 

A Noruega é o país que lidera o ranking, com 42% das posições em conselhos ocupadas por profissionais do sexo feminino, seguida por França (40%) e Suécia (32%). O Brasil aparece na 37ª posição, com somente 7,7% de participação feminina no topo das organizações.

 

Principais destaques do estudo

Você achou útil?