global-cpo-survey

Pesquisas

Global CPO survey 2019

Complexidade: superar obstáculos e aproveitar oportunidades

A atividade de suprimentos enfrenta um alto grau de complexidade, o que aumenta os desafios aos líderes da área

Recursos digitais para gerar valor

Desde 2011, a pesquisa da Deloitte “Global CPO Survey” fornece informações exclusivas sobre os principais desafios e oportunidades que a área enfrenta, servindo como uma referência global sobre a função. Essas ideias, ao longo dos anos, ajudaram CXOs, líderes de suprimentos (CPOs), parceiros de negócios, e fornecedores a promover estratégias e mensurar desempenho. A pesquisa de 2019 contou com a participação de 481 líderes de compras de 38 países, representando organizações que, juntas, faturam US$ 5 trilhões.

O resultado da pesquisa mostra que a complexidade enfrentada hoje pelos CPOs aumentou os desafios pois, além de proporcionar economia de custos, também deve aumentar sua influência com os seus pares C-level e estender seu impacto nos negócios em áreas estratégicas, como gerenciamento de riscos, desenvolvimento corporativo e inovação. No entanto, é comum que os líderes sejam aconselhados a fazer tudo isso com menos recursos e orçamentos mais limitados.

Embora, muitas vezes, os CPOs pareçam estar prestes a se afogar em um mar de complexidade, é possível encontrar maneiras de permanecer na superfície – e até mesmo identificar novas oportunidades para levar suas organizações adiante. O relatório explora como os CPOs podem melhorar as principais cadeias de valor e recursos organizacionais, aproveitar os recursos digitais para revolucionar as compras e se tornar capazes de transformar os riscos aparentes em cenários de negócios complexos e em oportunidades de criação de valor. 

Três pontos de complexidade

O estudo examina essa complexidade nas seguintes áreas:Complexidade externa: refere-se a tudo fora da organização que o departamento deve adquirir e gerenciar para atender às partes internas interessadas.

  • Complexidade interna: os desafios de gerenciar relacionamentos interfuncionais e alinhar as aquisições com objetivos de negócios mais amplos.
  • Complexidade de talentos: pessoas, modelos organizacionais e como as equipes de suprimentos executam seus planos de negócios.
  • Complexidade digital: refere-se a questões de tecnologia e processos que mediam as outras três áreas de complexidade e alimentam os esforços de transformação digital.
Você achou útil?