Artigo

CEO Views 2018

Future in perspective

Realizado no âmbito da 31ª edição dos Investor Relations & Governance Awards, o CEO Views reúne a opinião dos CEOs das 250 maiores empresas em Portugal sobre os principais desafios, objetivos e tendências organizacionais

Sumário executivo

  • Os resultados da 2ª edição do CEO Views revelam que os executivos apontam como principais tendências globais a inovação e evolução tecnológica e a instabilidade geopolítica. Face à edição anterior, a inovação e evolução tecnológica ganhou relevância e a instabilidade geopolítica perdeu uma posição no ranking.
  • Entre as maiores preocupações económicas globais expressas pelos inquiridos nesta pesquisa estão o aumento do protecionismo, o crescimento do radicalismo/populismo, a possibilidade de um ciberataque global a empresas/ governos e o Brexit.
  • A nível europeu destaca-se a importância atribuída ao planeamento a longo prazo, à implementação de uma política fiscal competitiva e ao reforço da integração entre Estados-Membro. Um resultado que se mantém em linha com o ano anterior.
  • Os desafios enfrentados pela Europa são complexos e, em Portugal, a maioria dos CEO, tanto nesta edição como na anterior, acredita que os próximos três anos serão caracterizados por uma retoma moderada da economia, sendo necessário apostar na eficiência de processos, em novos produtos e serviços, no crescimento orgânico e nos canais digitais.
  • O papel do Estado surge, nesta análise, como relevante. As políticas públicas nacionais são novamente identificadas como um dos maiores riscos para a atividade económica, embora estes gestores entendam que elas terão um impacto reduzido no crescimento económico.
  • Por fim, os líderes empresariais auscultados indicam que um dos principais desafios para o desenvolvimento de negócio centra-se no recrutamento dos melhores talentos, enquanto que o grande desafio para o financiamento se fixa nos custos cambiais – um dado que contrasta com a edição anterior, na qual era apontada a gestão das expetativas dos investidores.
  • Os dados apresentados resultam da análise das 39 respostas recebidas de líderes empresariais das 250 maiores empresas em Portugal. Os dados foram recolhidos entre agosto e setembro de 2018. 

Consulte a edição anterior:

- CEO Views 2017

Achou esta informação útil?