Artigo

Gabinete de apoio à inserção na vida ativa no Bairro da Graça (Benguela)

Leigos para o Desenvolvimento

Projeto que procura contribuir para a redução da pobreza e para o desenvolvimento socioeconómico no Bairro da Graça, através do desenvolvimento pessoal, social e económico de jovens.

Detalhes

O Bairro da Graça, na periferia da cidade de Benguela, debate-se com problemas estruturais graves típicos de bairros de reassentamento, com uma cultura própria sujeita à marginalização social. O projeto pretende responder às dificuldades dos jovens do bairro em aceder ao emprego e/ou autoemprego. Benguela vive um ambiente de crescimento económico que pode traduzir-se em oportunidades para os jovens do bairro, se devidamente acompanhados num processo de capacitação e qualificação, numa articulação com as necessidades do mercado.

Neste sentido, os Leigos para o Desenvolvimento criaram, juntamente com a Paróquia, um Gabinete de Apoio à Inserção na Vida Ativa (GAIVA), com o intuito de aumentar a taxa de inserção de jovens na vida ativa, através de formação, estímulos ao emprego e ao empreendedorismo, em articulação com os centros de emprego e com o mercado de trabalho local (empresas nacionais e estrangeiras). Espera-se sistematizar práticas e que o GAIVA atinja a autonomia ao nível do funcionamento e da gestão.

 

Sobre Leigos para o Desenvolvimento

Atualmente com projetos de desenvolvimento em Angola, Moçambique, Portugal e S. Tomé e Príncipe, os Leigos para o Desenvolvimento, uma Organização Não Governamental, atua preferencialmente na área da formação e educação formal, não formal e informal, na área da dinamização e organização comunitária, empreendedorismo e empregabilidade, capacitação de agentes locais, promoção do voluntariado e pastoral.

A atuação da organização é concretizada através de jovens voluntários que permanecem no terreno pelo período mínimo de um ano, privilegiando a relação, o conhecimento local e a simplicidade de meios, sendo assim criada a possibilidade do autodesenvolvimento das comunidades. Para além do tempo de missão, dos projetos e serviços desenvolvidos, a associação é para os seus voluntários e beneficiários uma “escola” de vivência intercultural, de respeito e valorização das diferentes culturas e de participação cívica.

Saiba mais em www.leigos.org

 


  Responsável

Rita Marques

  Beneficiários

400

  Área geográfica

Bairro da Graça, Benguela (Angola)

  Público-alvo

Jovens dos 17 aos 30 anos do Bairro da Graça

  Duração do projeto

24 meses

Leigos para o Desenvolvimento Bairro da Graça

Did you find this useful?