Deloitte é a empresa mais atrativa para trabalhar em Portugal

Comunicados de Imprensa

Portugueses fiéis às lojas físicas, mas com “olho” no online

Consumidores são fortemente influenciados por canais digitais na sua jornada de compra mas optam, na sua maioria, por comprar nas lojas físicas

Com interesse

A web e em particular os motores de busca continuam a ser as fontes de informação mais utilizadas pelos portugueses para procurar ideias, obter conselhos e comparar preços para a maioria dos presentes de Natal. Contudo, na altura de comprar, os consumidores nacionais mantêm-se fiéis às lojas físicas, deixando o online para segundo recurso. Mobile commerce não é ainda uma opção para a generalidade dos consumidores, apesar das suas potencialidades.

“O online tem tido uma importância crescente nos hábitos de consumo dos portugueses e acreditamos que a tendência se manterá nos próximos anos, resultado da maior convergência entre lojas físicas e online, mas também da ascensão dos mercados de consumo das gerações de nativos digitais. Para já, a segurança e a rapidez na aquisição de produtos levam a que as lojas físicas continuem a reunir as preferências dos consumidores na altura de comprar”, destaca Pedro Miguel Silva, associate partner de consultoria da Deloitte.

Relativamente aos canais digitais, e de acordo com o estudo, as lojas online de retalhistas tradicionais, com lojas físicas, mantêm-se como o local preferido em Portugal para pesquisar e comparar produtos, sobretudo vídeo jogos, música, material informático, dispositivos móveis, moda e livros. Para as restantes categorias, os motores de busca são a opção mais referida. Os fóruns e blogues são os canais que portugueses e europeus, em geral, menos utilizam nas suas pesquisas por categoria de presentes.

As redes sociais são também referidas como um canal privilegiado para pesquisa, embora com algumas exceções. Os consumidores inquiridos utilizam estas plataformas maioritariamente para procurar ideias nas categorias de brinquedos, atividades de lazer, artigos para casa e livros, mas são mais adequados para comparar preços de artigos de desporto, material informático, dispositivos móveis e moda. Tanto em Portugal, como nos restantes países europeus analisados, a prática menos comum é utilizar as redes sociais para partilhar opiniões.

Portugueses mais leais às lojas físicas

Segundo o estudo de Natal da Deloitte, os portugueses continuam a preferir as lojas físicas quando se trata de comprar. Este canal é utilizado por mais de 75% dos inquiridos para comprar todas as categorias de produtos, seguido pelo online, que é referido por 29% dos consumidores. A loja física é também o canal de compra mais utilizado em todos os países europeus, com o online a aparecer em segundo lugar. No entanto, 16% dos portugueses e 11% dos europeus inquiridos afirma continuar a não realizar qualquer compra online.

Quando um produto não está disponível na loja física, a alternativa identificada pelos inquiridos será procurar noutra loja da mesma cadeia ou solicitar a ajuda de um funcionário na loja (40% em Portugal e 34% na média europeia), ou ainda procurar numa loja de outra cadeia (31% em Portugal e 30% na média europeia). Já quando um produto não está disponível na loja online, a tendência será procurar em lojas físicas. Apenas 22% dos portugueses inquiridos afirma procurar noutra loja online.

Nota técnica

Esta edição do estudo de Natal 2016 abrange 9 países e foi desenvolvido com base numa amostra representativa de consumidores europeus, num total de 6.580 inquiridos, dos quais 760 portugueses.

Consulte o estudo completo.

Para aceder ao comunicado de imprensa em formato pdf, clique aqui.

Para mais informações contacte:

Departamento de Comunicação da Deloitte

Miguel Jerónimo 

mijeronimo@deloitte.pt

Tel: 210 423 064

Filipa Matos

mamatos@deloitte.pt

Tel: 210 423 038

Sobre a Deloitte

"Deloitte" refere-se a Deloitte Touche Tohmatsu Limited, uma sociedade privada de responsabilidade limitada do Reino Unido (DTTL), ou a uma ou mais entidades da sua rede de firmas membro e respetivas entidades relacionadas. A DTTL e cada uma das firmas membro da sua rede são entidades legais separadas e independentes. A DTTL (também referida como "Deloitte Global") não presta serviços a clientes. Aceda a www.deloitte.com/pt/about para saber mais sobre a nossa rede global de firmas membro.

A Deloitte presta serviços de auditoria, consultoria,  financial advisoryrisk advisory, consultoria fiscal e serviços relacionados a clientes nos mais diversos setores de atividade. Quatro em cada cinco empresas da Fortune Global 500® recorrem aos serviços da Deloitte, através da sua rede global de firmas membro presente em mais de 150 países, combinando competências de elevado nível, conhecimento e serviços de elevada qualidade para responder aos mais complexos desafios de negócio dos seus clientes. Para saber como os aproximadamente 245.000 profissionais criam um impacto positivo, siga a nossa página no FacebookLinkedIn ou Twitter.

A informação contida neste comunicado de imprensa está correta no momento do envio à comunicação social.

Did you find this useful?