Liquid gold ring

Perspectivas

Global Powers of Luxury Goods 2017

The new luxury consumer

As vendas das 100 maiores empresas de bens de luxo do mundo fixaram-se nos 212 mil milhões de USD no ano fiscal 2015, com os consumidores dos mercados emergentes a continuar a impulsionar o crescimento do setor do luxo.

A quarta edição anual do estudo Global Powers of Luxury Goods analisa e enumera as 100 maiores empresas de bens de luxo a nível mundial, com base nos dados publicamente disponíveis relativos às vendas consolidadas de bens de luxo no ano fiscal de 2015, correspondente ao último exercício encerrado até junho de 2016. Apresenta ainda as tendências chave que marcam o mercado de luxo e fornece uma perspetiva económica global.

As 100 maiores empresas de bens de luxo do mundo geraram vendas de 212 mil milhões de USD no exercício de 2015, menos 4,5% face ao ano fiscal anterior e as vendas anuais médias de bens de luxo de uma empresa do Top 100 fixam-se agora em 2,1 mil milhões de USD.

Os consumidores dos mercados emergentes continuam a impulsionar o crescimento do mercado de luxo. A percentagem de consumidores nos mercados de luxo emergentes (China, Rússia e Emirados Árabes Unidos) que afirmam ter aumentado o seu gasto nos últimos 5 anos foi de 70%, em comparação com os 53% observados nos mercados mais maduros (UE, EUA e Japão).

As viagens e o turismo ainda representam as grandes oportunidades de crescimento para o setor do luxo. Quase metade das compras de luxo são realizadas por consumidores em viagem, seja no mercado de destino (31%) ou no aeroporto (16%). Estes números sobem para 60% entre os consumidores dos mercados emergentes, que normalmente não têm acesso à mesma gama de produtos e marcas que podem ser encontrados em mercados mais maduros.

 

As principais conclusões do relatório incluem:

  • As empresas do Top 4 mantiveram as suas posições no quadro de líderes.
  • Os consumidores são claros na forma como vêm o futuro do luxo: digital. Mais de 37% dos entrevistados sentem que os produtos de luxo e tecnologia ficarão mais intimamente ligados. Os canais digitais estão a criar a necessidade para conteúdo personalizado em grande escala e com elevada qualidade.
  • As vendas das 100 maiores empresas de bens de luxo do mundo cresceram mais de 3 pontos percentuais no ano fiscal de 2015. A maioria das moedas enfraqueceu significativamente face ao Dólar, acabando por beneficiar as multinacionais presentes em regiões que verificaram efeitos cambiais favoráveis e elevar assim as vendas reportadas.
  • Itália mantém a liderança no número de empresas, enquanto França lidera em vendas.
  • As empresas presentes em múltiplas categorias de bens de luxo quase duplicam o crescimento das vendas e lideram em lucros, em comparação com o ano anterior, enquanto o setor de malas e acessórios continua a ter o crescimento mais rápido.
Achou esta informação útil?