ID Agenda 2020

Agenda 2020

Expectativas do empresariado para o Brasil e os seus negócios

A “Agenda 2020” é a mais ampla pesquisa sobre as expectativas e intenções dos líderes empresariais para o ambiente de negócios no País. O levantamento traz respostas de representantes de empresas que, juntas, faturam o equivalente à metade da riqueza gerada no Brasil.

A pesquisa

1.377

Empresas participantes

R$ 3,5 trilhões

Soma de receitas em 2019

50%

PIB do Brasil representado*

62%

Respondentes em cargos de conselho, presidência e diretoria

* 2019 ; acumulado de 12 meses – 2º trimestre

Visões, prioridades e perspectivas dos executivos

Sete em cada dez entrevistados esperam que 2020 seja um ano positivo para os negócios. No entanto, a criação de um ambiente mais favorável para o crescimento depende da manutenção e da ampliação de investimentos estratégicos, por parte das organizações, e de políticas públicas consistentes, por parte do Governo, que estimulem a atividade empresarial. Por essa razão, a “Agenda 2020” investigou as intenções do empresariado também considerando diferentes cenários para a economia no próximo ano. Conheça, a seguir, os principais destaques dos resultados da pesquisa.

A construção de uma agenda robusta e propositiva para o Brasil

Altair Rossato, CEO da Deloitte, e Renata Muramoto, sócia que lidera o CFO Program, comentam os resultados da “Agenda 2020”.

Vídeo: O que pensa e o que espera o setor empresarial do Brasil?

Conteúdos sobre negócios e transformação digital

A Deloitte produz uma série de conteúdos sobre os mais importantes desafios de negócios das empresas. Conheça nossos estudos e inspire-se com nossas análises e percepções.

Ecossistemas de negócios

Empresas se unem a startups, centros de pesquisa – e até concorrentes – para inovar e manter sua relevância no mercado.

Veja mais

Otimizar ou expandir

Pesquisa mapeia práticas de melhorias de processos, inovação e transformação digital conduzidas por organizações que atuam no Brasil.

Veja mais

O poder da conexão

Aliadas à competência humana, novas tecnologias auxiliam a tomada de decisões estratégicas com confiança.

Veja mais

Os cinco pilares dos riscos 2019

Gestão de riscos operacionais, financeiros, regulatórios, estratégicos e cibernéticos: qual o grau de maturidade e as perspectivas das organizações?

Veja mais

Contate-nos

Renata Muramoto

Sócia de Consultoria e líder do CFO Program da Deloitte

Contate-nos sobre serviços

Giovanni Cordeiro

Economista e gerente sênior de Pesquisas da Deloitte

Contate-nos sobre a pesquisa
FacebookLinkedInTwitter