Artigo

The Social Progress Index

A global view of people’s quality of life, independent of wealth

Medir o que realmente importa aos países, regiões e comunidades, e aos governos, empresas e sociedade

Ao longo da última metade do século passado, o crescimento económico retirou milhares de milhões de pessoas da pobreza e contribuiu para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Contudo, é cada vez mais evidente que um modelo de desenvolvimento apenas baseado no progresso económico não é suficiente. Uma sociedade que falhe em responder às necessidades humanas básicas, em garantir a melhoria da qualidade de vida, em proteger o ambiente e em oferecer igualdade de oportunidades aos seus cidadãos, não é bem-sucedida. Devemos alargar o nosso entendimento sobre o sucesso das sociedades para lá dos efeitos económicos. O crescimento inclusivo é aquele que conjuga o progresso económico e social.

Criado pela ONG Social Progress Imperative, o SPI procura responder a esta necessidade com uma metodologia holística e robusta que mede o desempenho social e ambiental, e que pode ser usada por líderes governamentais, de negócio ou da sociedade civil para comparar o sucesso e acelerar o progresso. O SPI é o primeiro índice a medir o progresso social e que é independente do PIB, embora o complemente.

Este Índice proporciona uma base empírica e sistemática para o desenvolvimento de uma estratégia de crescimento inclusivo. Foi implementado pela primeira vez a nível nacional em 2014 e, desde então, tem sido enriquecido e alargado para abranger regiões, cidades e comunidades.

Ao medir o progresso social conseguimos traduzir os ganhos económicos em melhor desempenho social e ambiental, e assim promover ainda mais o sucesso económico. O Social Progress Index fornece um quadro de análise que permite desenhar um programa de ação concreto que promova o desempenho social e económico. 

Conheça o Social Progress Index em detalhe.

Resultados do Social Progress Index 2017

O SPI 2017 inclui 128 países e abrange 94% da população mundial. Adicionalmente foram incluídos nesta edição 33 países, que apresentam resultados em pelo menos 9 das 12 componentes. Através desta metodologia é possível conhecer o nível médio do progresso mundial e que resulta da soma da classificação de cada país. Em síntese, se o mundo fosse um país, ocupava a posição entre a 79ª e a 80ª entre a Indonésia e o Botswana confirmando o enorme gap entre países.

Explore os resultados do Social Progress Index 2017.

O SPI e a Deloitte Portugal

A Deloitte Portugal, enquanto parceira da Social Progress Imperative, associou-se ao lançamento público do SPI a nível nacional e promoveu uma sessão de apresentação para a qual se desafiaram a participar as principais entidades e empresas, gestores públicos e governamentais, relacionados com o progresso económico e social do nosso país e com o bem-estar da sociedade em geral. Este encontro exclusivo, que teve lugar em Outubro de 2016, contou com a presença do CEO da Social Progress Imperative, Michael Green.

D:Talk – Michael Green – Diretor Executivo do Social Progress Imperative

Assista à D. Talk de Michael Green, onde são explicados os objectivos do SPI e apresentados os resultados de Portugal em 2016.

Para mais detalhes e informação consulte a página global do SPI.

Did you find this useful?