Vida na Deloitte

Programa Delas

A Deloitte busca cada vez mais valorizar as mulheres para que elas alcancem seu espaço

Mulheres na liderança

O número de executivas em cargos de liderança tem aumentado consideravelmente nos últimos anos, mas ainda há muito espaço para crescimento. As características femininas nunca foram tão valorizadas pelo mercado de hoje, trazendo diversas oportunidades para as mulheres.

O programa Delas tem como missão fortalecer a cultura de equidade de gênero, criando iniciativas que possibilitem o crescimento do número de mulheres nos níveis de liderança da Firma. Entre as iniciativas do programa estão o desenvolvimento de competências por meio de treinamentos, a promoção de uma cultura inclusiva e a conexão de uma rede de apoio.

O programa faz parte da nossa estratégia ALL IN – que tem o desafio de acelerar a representatividade de gênero e fortalecer a cultura de inclusão e diversidade – e  atua em cinco pilares: competências, cultura, conexão, networking e políticas internas. 

Objetivos do programa

- Focar o desenvolvimento de competências técnicas e emocionais, trabalhar aspectos comportamentais e de autoconfiança, reconhecendo diferenças e obstáculos por meio de acompanhamento de carreira e coaching;

- Promover uma cultura inclusiva, que saiba ponderar e respeitar as diferenças, que seja capaz de se adaptar às necessidades das nossas profissionais em cada momento de vida e carreira, por meio de treinamentos, comitê de ética, prêmio "Mulheres em Destaque" e da preparação de toda liderança para uma nova cultura;

- Fomentar uma rede de apoio, incluindo a liderança, mentores e sponsors (homens e mulheres), devidamente aculturados em questões de igualdade de gênero por meio de rede de apoio; licença maternidade de seis meses e licença paternidade estendida;

- Conectar a Deloitte às ações de mercado e redes internas e externas de networking para geração de negócios e oportunidades;

- Implementar políticas objetivas, que permitam que nossas profissionais possam efetivamente conciliar sua vida profissional às diferentes etapas de vida, sem precisar abrir mão de uma carreira, como horário flexível e Virtual Workplace (homeoffice).

A participação feminina em assuntos de ponta, tais como inovação e tecnologia, faz-se essencial para a mudança do futuro. É preciso prepará-las para liderar e transformar o amanhã e, neste sentido, nós, da Deloitte, buscamos apoiar nossas profissionais mulheres ao redor do mundo.

Conheça a líder do Delas

"Diversos estudos trazem a importância da diversidade dentro das empresas, bem como seus impactos na inovação, tomada de decisões, cultura e desempenho financeiro”, Venus Kennedy, líder do Delas e da prática de Estratégia, Analytics e M&A da Deloitte.

Princípios de empoderamento das mulheres

Desde 2017, a Deloitte é signatária dos Princípios de Empoderamento das Mulheres. Iniciativa criada pela ONU Mulheres (Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres) e pelo Pacto Global, os princípios são um conjunto de considerações que ajudam a comunidade empresarial a incorporar em seus negócios valores e práticas que visem à equidade de gênero e ao empoderamento feminino.

Sete princípios fazem parte desta iniciativa, que busca um desenvolvimento sustentável, o fortalecimento das economias, o impulsionamento dos negócios e a melhoria da qualidade de vida de mulheres, homens e crianças. 

Diversidade reconhecida

GPTW Mulher

Em 2020, a Deloitte foi reconhecida em dois grandes prêmios, Great Place to Work e GPTW Mulheres, como uma das melhores empresas para mulheres trabalharem. Essas ações destacam a priorização da diversidade em nossas pessoas e como elas se sentem respeitadas em seu ambiente de trabalho. 

Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade

A Deloitte recebeu também o Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade – entregue pela Prefeitura de São Paulo. A premiação foi por conta do sucesso do Programa Delas. Para definir as ações premiadas, uma comissão avalia o projeto inscrito e verifica se ele configura uma boa prática de promoção dos direitos humanos e de inclusão.  

Você achou útil?