Pesquisas

Navegando em águas desconhecidas

Um guia para inovação responsável com inteligência artificial na indústria de serviços financeiros

A partir de entrevistas com líderes e reguladores de serviços financeiros, estudo mapeia como o setor pode aproveitar o potencial da inteligência artificial e, ao mesmo tempo, endereçar os riscos que o recurso traz.

As instituições de serviços financeiros estão em um momento ideal para aproveitar a inteligência artificial (IA) para transformar seus negócios, embora as organizações do setor ainda tentem identificar cases de sucessos e métodos adequados para implantar a tecnologia em suas atividades. O principal questionamento da indústria está em como extrair os benefícios propiciados pela implantação da IA enquanto endereça os riscos associados à sua utilização.

O relatório da Deloitte, realizado em parceria com o Fórum Econômico Mundial, “Navegando em águas desconhecidas” detalha os riscos relativos à adoção da inteligência artificial em organizações financeiras e as estratégias existentes para mitigá-los.

Navegando em águas desconhecidas

Acesse a pesquisa completa (em inglês)

Cinco principais riscos levantados pelo relatório

 

  • Explicação: o contexto de negócios é moldado a partir da implantação da ferramenta. 
  • Risco sistêmico: a hipótese de que algoritmos poderiam desestabilizar o sistema financeiro.
  • Propensão e equidade: instituições financeiras têm a missão de garantir que seus sistemas não diferenciem um grupo específico.
  • Algoritmo fiduciário: entendimento de como sistemas de inteligência artificial podem cumprir responsabilidades fiduciárias e manter o interesse de clientes.
  • Colusão algorítmica: equilíbrio entre gerenciamento de sistemas da tecnologia intuitivos e comportamentos anticompetitivos.

 

Você achou útil?