Article

Covid-19: O papel do M&A na recuperação das empresas

Como as empresas podem utilizar uma combinação de estratégias ofensivas e defensivas de fusões e aquisições para preparar e acelerar a recuperação.

Com a expectativa de que as transações de M&A retomem seu ritmo a partir da segunda metade do ano, é chegada a hora de aprender as lições que a crise da Covid-19 trouxe e preparar para emergir mais forte. Nessa fase de recuperação, é importante adotar dois tipos de estratégias de fusões e aquisições: as defensivas, que ajudam a proteger o futuro da empresa; e as ofensivas, que podem acelerar a transformação do modelo de negócios.   

O segundo artigo da 5 minutes reading series, preparado pela equipe de especialistas da Deloitte, explica quais são essas estratégias e os setores em que elas se encaixam. 
 

Acompanhe todos os artigos da nossa 5 minute reading series sobre os impactos da crise de Covid-19 em M&A

Covid-19: O papel do M&A na recuperação das empresas

Conheça nossas seções especiais e acesse recomendações, soluções para desafios de negócios próprios deste período e diversos conteúdos (pontos de vista, artigos, apresentações e webinares) sobre a crise de Covid-19.

Você achou útil?