Pesquisas

Indústria 4.0

O desenvolvimento dos negócios em uma era conectada

As empresas estão em um cenário em que é preciso aprender a equilibrar propósitos e lucratividade, além de buscar estratégias mais nítidas. A adoção de tecnologias, que consequentemente traz a transformação digital, beneficia não somente os negócios, mas a sociedade – em um crescimento exponencial.

A terceira edição da pesquisa global da Deloitte “Indústria 4.0” traz os pontos de vistas de 2 mil executivos C-level de 19 países e examina a relação entre o desenvolvimento e a responsabilidade de líderes empresariais na inserção à Indústria 4.0. As tecnologias emergentes têm papel fundamental no estímulo dos negócios, ajudando organizações a encontrarem maneiras responsáveis para tratar de questões sociais e ambientais.

Com o capitalismo em evolução, as empresas se concentram em quatro abordagens essenciais em relação à estratégia, ao impacto social, ao aperfeiçoamento de talentos e à tecnologia. Aquelas que contam com uma estratégia abrangente têm tido um desempenho positivo, enquanto outras enfrentam dificuldades. 

Indústria 4.0: O desenvolvimento dos negócios em uma era conectada

Visão estratégica
Dois terços dos CXOs disseram que suas empresas não têm estratégias formais ou não dispõe de abordagens claras quanto às práticas da Indústria 4.0. Por outro lado, apenas 10% dos CXOs disseram ter estratégias de longo prazo que envolvem o uso de tecnologias, permitindo um crescimento exponencial.

Responsabilidade social
Com o grande aumento da exigência de clientes, profissionais e partes interessadas, a maioria das empresas se concentra em equilibrar o propósito e a lucratividade. Dentro desse contexto, líderes empresariais temem os efeitos das mudanças climáticas que afetam negativamente os negócios.

As organizações entendem as ações de responsabilidade, lançando programas que abordam a escassez de recursos naturais e a sustentabilidade ambiental. Mais de 90% dos entrevistados dizem ter iniciativas de sustentabilidade implementadas ou em curso. 

Aperfeiçoamento e treinamento
Um número crescente de líderes concorda com a responsabilidade de desenvolver a força de trabalho. Mais de 80% dos entrevistados disseram que criaram ou estão criando uma cultura corporativa de aprendizado, ao mesmo tempo que 17% planejam começar a executar esse modelo. O maior desafio é entender quais as habilidades são necessárias para acompanhar as mudanças da Indústria 4.0.

Cautela com a disruptura
Apenas 17% dos CXOs afirmam que fazem investimentos efetivos em tecnologia para a Indústria 4.0, sendo uma questão prioritária. Embora os líderes entendam que adotar abordagens integradas e conectadas na implementação de tecnologia traz benefícios, apenas 5% indicam um progresso significativo nessa área.

Você achou útil?