Insights

Portuguese Real Estate Investment Survey - 2ª edição

Core assets take over investment strategy

Na 2ª edição do Portuguese Real Estate Investment Survey, a Deloitte inquiriu mais uma vez os principais agentes do setor imobiliário em Portugal para avaliar a sua perceção relativamente à evolução do mercado nacional, às estratégias de investimento e desinvestimento face à conjuntura atual e futura, e aos entraves ao crescimento.

Destacamos as principais conclusões do estudo:

  • Globalmente, os inquiridos pretendem apostar numa estratégia de gestão de portfólio em detrimento das estratégias de desinvestimento e investimento
  • Os investimentos Core (41%) assumem-se como a estratégia de investimento preferencial, sendo que os inquiridos estão mais otimistas quanto à facilidade de captação de Fundos para financiar as aquisições
  • A Banca (41%) destaca-se como a principal fonte de financiamento para aquisições de imobiliário, sendo a origem do capital maioritariamente Europeia (73%)
  • Em termos de desinvestimento a estratégia dos inquiridos passa por alienar ativos “Core” (41%). A perceção dos inquiridos quanto à facilidade de captação de investidores para adquirirem os ativos mantém-se estável
  • Os Fundos de Fundos (36%) e os Fundos de Pensões (27%) são identificados como os principais compradores de imobiliário, em Portugal. A origem do capital é maioritariamente Europeia (77%)
  • Relativamente ao mercado imobiliário português, perceciona-se um aumento no volume, preços de transação e taxas de rentabilidade nos setores residencial, comércio/ serviços e hotelaria.
Did you find this useful?